Cuide de seu Idoso

Aqui você aprende a cuidar de seu idoso!

Dicas de Cuidado

Saiba como eliminar fatores de risco para o AVC

Compartilhe com seu amigo!

O acidente vascular encefálico ou cerebral – AVC é sem dúvida, hoje em dia, causa importante de descapacidade e mortalidade em adultos e idosos. A boa notícia é que com pequenas mudanças no estilo de vida cada pessoa pode fazer muito por si mesmo e seus familiares afim de distanciar-se do risco de padecer de um AVC.

Hoje, sabe-se que alguns fatores de risco como a hipertensão arterial, o diabetes e a hiperlipidêmia causam danos as artérias de todo o corpo, debilitando as paredes dos vasos pelo processo de aterosclerose, ocasionalmente aparecem trombos e oclusões dessas artérias causando um AVC, seja ele hemorrágico ou isquêmico.

Conhecer os fatores de risco para evitá-los com pequenas atitudes diárias é fundamental para a prevenção. O primeiro passo é prestar atenção na dieta, reduzindo a quantidade de sódio no preparo dos alimentos ou preferindo o consumo de alimentos hipossódicos em cada uma das refeições, também é fundamental reduzir o consumo de açúcar, gorduras saturadas e bebidas alcoólicas. Uma boa alternativa é inserir mais alimentos orgânicos, como frutas, verduras e legumes, assim como reduzir o consumo de carnes vermelhas afinal uma dieta saudável e hipossódica ajuda a controlar a hipertensão arterial que é um risco para um AVC. No entanto, a pressão arterial não se controla apenas com a dieta, mas sim com prática diária de atividade física, bastando apenas 30 minutos diários de uma simples caminhada para obter benefícios além do controle do peso corporal.

O abandono do hábito de fumar cigarros e de consumir bebidas alcoólicas deve ser levado em conta, pois são altamente nocivos para o sistema cardiovascular além de predispor a doenças pulmonares através do cigarro. Entretanto, é necessário reconhecer que existem dificuldades no abandono do consumo dessas substancias, mas os benefícios do abandono aumentam consideravelmente a qualidade de vida do individuo, afinal hoje a medicina dispõe de alternativas bastante eficazes para ajudar nesse processo.

É possível controlar também nível de estresse diário, fazendo pequenas pausas durante o dia para realizar técnicas de relaxamento e também considerar a importância de cuidar da saúde mental buscando auxílio de um médico psiquiatra ou psicólogo.

Por fim, se o individuo já padece de alguma doença cardiovascular ou diabetes é necessário consultar-se regularmente com o medico especialista afim de estabelecer o correto controle da doença e jamais abandonar os medicamentos de uso contínuo anteriormente prescritos.

Não existe outro modo de explicar como afastar-se do risco de padecer de um acidente vascular cerebral sem precisar falar sobre o estilo de vida do indivíduo e sugerir mudanças que podem ser determinantes para garantir benefícios a longo prazo, pois os ganhos obtidos pelas mudanças dos hábitos são sutis, porém merecem toda atenção, pois atuando em conjunto são bastante eficazes.

Sobre o autor:

Silas Farias é colunista do blog Live Sênior, graduando de Medicina pela Universidade de Buenos Aires – UBA, Argentina. Atualmente se dedica à iniciação científica em Neurologia e Psiquiatria durante a graduação em Medicina.

Compartilhe com seu amigo!

2 COMMENTS

  1. Ótima dica, muito bom ficar por dentro, conhecer os riscos que podem nos levar a ter um AVC. Importante saber que outros fatores de saúde podem nos levar a ter um AVC, todo cuidado com nossa saúde ainda é pouco. Gostei!

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *